Buscar
  • João Cânovas

A "Varejização"​ da Vida

Vamos direto ao ponto! A pandemia causada pelo COVID-19 mudou (quase) tudo e não tem mais volta.


Assista este vídeo antes de nós conversarmos:


Esta é a Piestro, uma máquina de vendas de pizzas artesanais frescas! oO Isso mesmo que você leu.



Agora vamos direto ao assunto, eu que estou muito ligado no setor de franquias tenho visto cada vez mais forte se concretizando a tendência da varejização da vida. Este termo não sei se existe mas eu inventei para explicar melhor.


Esta palavra feia vem de VAREJO, varejizar seria transformar tudo em varejo e varejo.

É parecido com o conceito de internet das coisas, que também está cada vez mais concreto, mas vou deixar isso pra outro artigo. Agora imagine só comigo.


Pense aí no seu bairro, na sua cidade, os locais que você costuma frequentar e fazer suas compras, agora imagine onde tudo é varejo.


Imagine aí na garagem do seu prédio mesmo ou condomínio, uma (ou várias) vending machines de pão, doce, café, produtos de conveniência, roupa íntima, meias, acessórios de informática, hamburgueria, pizza... acha impossível? Esse pessoal aí da Piestro acredita que já estamos vivendo essa era.


Agora como fica o varejo tradicional? Como será que vai ser?


A prestação de serviços nunca foi tão importante e quem se preocupa apenas em vender produtos estará fadado ao fracasso e ao esquecimento o negócio é serviço!


Como serão as clínicas de saúde, laboratórios e hospitais se pudermos fazer nossos exames de rotina em uma vending machine dentro da academia por exemplo? Imagine uma farmácia que se conecta ao seu celular, lê a receita dada pelo médico por um tipo de código criptografado e manipula seu remédio na dosagem ideal ali na hora diante dos seus olhos?


Como serão os shoppings? Os food parks, conhecidos por concentrar vários food trucks num lugar só.


Será que teremos "machine parks" (locais que concentram maquinas de vendas)? Ou "vending centers" (cada box de shopping vai virar uma máquina de vendas)? Ou será que vai ser tudo junto misturado?


Acha que estou viajando na maionese? Veja isso:


Esta é a 1ª loja autônoma da rede de franquias KFC de frango no balde inaugurada na Rússia, praticamente menos de 10% de contato humano em todo o processo!


Aliás, lojas sem atendentes não são novidade para ninguém mas o que pergunto aqui para você é como você e sua empresa estão se ajustando a tudo isso?


E os drones fazendo delivery? Acha besteira? Veja este vídeo conceitual:


E seus eletrodomésticos ligados na internet encomendando produtos e insumos (pré-autorizados ou pré-configurados na sua lista de compras semanais) automaticamente para o supermercado que enviará tudo via drone para sua casa.


E a integração destes softwares? E os sistemas de pagamento, transação financeira, cartão de crédito, carteiras e bancos digitais, emissões de nota fiscal, recolhimento de impostos, contabilidade do empresário, caramba! É muita coisa mesmo.


Eu fico só imaginando a minha geladeira enviando um pedido de 1 bandeja de queijo e 1 manteiga pequena encomendando direto para o supermercado e isso chegando de drone na minha janela sem eu precisar fazer nada nem falar com ninguém.


Eu sei que este tipo de assunto não tem fim e rende muito papo mas vou ficando por aqui com esta semente plantada na sua mente.


Você acredita na varejização da vida onde tudo é varejo e tudo será ponto de venda num futuro próximo? E como ficarão as franquias nisso?


Eu nem quero pensar nos desafio logísticos de tudo isso, fica para um próximo artigo.

Obrigado por ler e se curtiu me dê um feedback! Comente aqui e compartilhe com seus contatos!


Um abraço!

João Cânovas

https://bit.ly/novaeraestrategia

0 visualização

© 2020 por Nova Era Estratégia. CNPJ 24.852.203/0001-74. Todos os direitos reservados. Imagens meramente ilustrativas.